quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Vocês nos devem respeito!


Os héteros deveriam respeitar mais os gays, e eu não sou tolo por dizer isso, nem um pouco.

Essa sociedade patriarcal, cristã, racista e misógina, está acostumada, desde muito tempo atrás, a ver o homossexual como escória, um indivíduo marginalizado. Está habituada a normatizar a vida alheia, tomando como parâmetro uma associação putridamente equivocada entre moralidade e religião.

Existe entre as "pessoas honradas" o costume de atribuir ao gay o papel de palhaço. É permitida a existência das bichas caricatas entre as famílias, se elas puderem lhes servir de objeto de zombaria. E é assustadoramente comum que isso aconteça, principalmente nas cidades do interior, onde muitos gays se reduzem a figuras repulsivas e bestializadas, para deleite de uma população sórdida, degradando a própria imagem.

Houve um tempo em que o gay não poderia ter outro trabalho a não ser como cabeleireiro ou organizador de festas, isso sem contar os que se viam desamparados e recorriam à prostituição, fato que ainda hoje acontece... e muito!

No entanto, honrados filhos de Deus, é bom que comecem a nos respeitar. Não somos poucos, não somos burros, não somos o lixo da sociedade que vocês possam esconder debaixo do tapete da hipocrisia religiosa.

Nós criamos a roupa que você usa, ditamos tendência na música que você escuta, somos a base da cultura pop, estabelecemos a pauta nas redes sociais.

Nós educamos os seus filhos, e nem por isso eles são gays. Ainda cortamos o cabelo das suas esposas, e nem por isso elas se tornam lésbicas. Somos mais ricos que vocês, somos seus chefes, somos autoridades, políticos, ídolos. Por isso, vocês deveriam nos respeitar.