quarta-feira, 19 de maio de 2010

The END is near

Calma, calma queridos leitores, não precisam se descabelar. Não é o fim do blog. É outra coisa.

Tava guardando esse post pra agora que o fim está realmente próximo... Vocês devem estar se perguntando de que fim eu estou falando...

Uma palavra: L O S T.

Seis anos atrás começava o que seria hoje a maior e mais ousada produção que a TV mundial já viu. Parecia se tratar de pessoas que sobreviveram a um desastre de avião, e que estavam perdidas em uma ilha misteriosa. Bem, a princípio era isso... Mas quando se assiste tem-se a noção de que o drama era bem maior. Não eram só pessoas perdidas em uma Ilha. Eram pessoas perdidas em suas próprias vidas, e que com o tempo viriam encontrar na Ilha sua chance de redenção.

Nesses seis anos, J. J. Abrams (apenas no começo), Carlton Cuse e @Damon Lindelof junto com outros diretores, produtores e roteiristas, foram os responsáveis por criar e desenvolver as tramas e as histórias que fizeram com que nos apaixonassemos pela série. Não posso ser injusto e dar o crédito somente a eles, pois uma grande parte do sucesso da série e da paixão que a mesma provocou deve-se a grandiosa interpretação de atores como Matthew Fox, Evangeline Lilly, Josh Holloway entre outros.

Seis anos atrás, nascia a minha paixão por LOST, seis anos atrás começava minha jornada por uma Ilha desconhecida e misteriosa com personagens cativantes, seis anos atrás eu achava que esse dia iria demorar pra chegar. Agora eu quero voltar seis anos no tempo pra viver tudo isso de novo.

Estou no momento muito feliz por saber enfim como tudo isso vai acabar e ao mesmo tempo muito triste por saber que tudo isso vai acabar. Sou do tipo de se afeiçoa aos personagens, e vai ser difícil me despedir de LOST.

Pois é, não posso falar mais nada sem revelar segredos da série que só tem graça quando você mesmo assiste e descobre. Só posso recomendar a série, pois na minha opinião vale muito, muito a pena, e deixar um vídeo exemplificando perfeitamente como eu, como um grande fã do trabalho dessas pessoas está se sentindo agora que tudo está terminando:

2 comentários:

Tulio Cobain disse...

Mentira que meu link pegou! :O

Maik disse...

Ai ai... Lost foi sim uma das maiores febres da minha vida. Assisti à primeira e à segunda temporadas compulsivamente, foi uma experiência impactante ao extremo! pena que a partir da terceira temporada a série se banalizou e perdeu boa parte do caráter inovador.
Mesmo assim vou tentar recuperar o fôlego e voltar a assistir.
Afinal foram anos da minha vida!